sexta-feira, 16 de junho de 2017

O novo bólido da Panoz

A Panoz já não apresenta há algum tempo um carro novo, mas ontem, apresentou um conceito interessante: um GT-EV, do qual pretende colocá-lo na Garagem 56, aberto a projetos "fora da caixa", com novas tecnologias. Numa parceria com as Green4U Technologies, empresa formada em 2016, e que se especializou em carros elétricos e as correspondentes tecnologias, este protótipo terá uma potência que oscilará entre os 540 e os 610 cavalos, com quatro rodas motrizes e uma velocidade máxima de 290 quilómetros por hora, do qual poderá registar tempos na linha do que fazem os GTE em Le Mans.

Fomos para lá dos limites quando trouxemos o Sparky (1998 Panoz Q9 GTR-1 Hybrid]) e o DeltaWing para Le Mans, e agora vamos fazer o mesmo com o GT-EV. O nosso objetivo é colocar o carro a correr, talvez candidatarmos-nos à Garagem 56", afirmou Don Panoz na apresentação.

As baterias terão cerca de 1250 quilos e são amovíveis, podendo ser trocadas em paragens nas boxes, e a sua autonomia, em termos de corrida andará entre os 150 e os 180 quilómetros. O sistema de travagem será regenerativo para as rodas, que permitirão usar a energia durante a corrida. 

Resta saber se o conceito será aceite pela ACO num futuro próximo. Vários conceitos tem sido usados ao longo dos anos, mas poucos são os que chegam até à Garagem 56. O último que deu nas vistas foi em 2012, quando apareceu o Deltawing, também vindo da Panoz e desenhado por Ben Bowlby. Contudo, desde então que não aparece mais nada que seja possível ver nessa garagem, e já há quem defenda que essa garagem não tem mais utilidade e que deve ser substitua por alguma equipa mais convencional, que queria competir por ali e que não pode por manifesta falta de espaço. 

Sem comentários: